A todos os que me visitam

Quem vier por bem, será bem-vindo ao meu cantinho!

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Feliz Ano Novo - 2012!

Hoje foi dia de consulta de oftalmologia, que não gostou do que viu, em relação ao estrabismo e passou para Lisboa, para ser acompanhado na especialidade de oftalmologia pediatrica, onde o mais certo será o destino de cirurgia ao olho esquerdo, pois os músculos desse olho estão a empurrar em diagonal, o processo de oclusão do olho não resultou, no caso dele, apesar de já estar a utilizar melhor esse mesmo olho, o que não nos deixou propriamente felizes... mas será para corrigir e deixa-lo melhor e é nisso que pensamos!

Têm sido uns dias um pouco atribulados com pequenos problemas de saúde dele, no dia 24, à hora do almoço, tivemos que levá-lo às Urgências, com um grande aperto no coração da mãe e sentimento de culpa, ficou com uma espinha de peixe na garganta, lá conseguiram remove-la com uma pinça.
Ontem tivemos que levá-lo ao Centro de Saúde para ser visto pela médica de família, pois voltou a infectar uma pequena ferida, num joelho, que já dura há 2 meses e tal, que meia volta dá problemas e não chega a cicatrizar completamente, passou-lhe um antibiótico e uma pomada para desinfectar, se no final do tratamento não estiver cicatrizada, terá que fazer uma análise à glicose, esperamos que não seja necessário...

Faço votos de um Ano Novo muito Feliz para todos, apesar das expectativas não serem muito boas no geral, mas pelo menos, com muita saúde, paz, amor e algum dinheiro nos bolsos!



Beijinhos
Ana Dias


quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

FELIZ NATAL!!

A poucos dias do Natal, com o meu menino muito ansioso pela chegada do Pai Natal e a entrega dos presentes, a todos desejo um Natal muito Feliz, cheio de muito amor, saúde, paz e felicidade!


Deixo umas fotos do nosso presépio, obra do maridinho, com a sua paciência, que o nosso diamante adora ir lá mexer, sempre que está sozinho na sala:



sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Consulta do Desenvolvimento

No passado dia 29, lá fomos a uma consulta que foi marcada há 1 ano, a consulta do desenvolvimento pediátrico.

O João portou-se lindamente, tanto na espera, como na consulta, sempre muito bem disposto e colaborante, a médica que não o conhecia, ficou encantada com ele, achou-o um doce de menino! 


Achou-se um tanto desconcentrado e activo, perguntou se dormia bem, se quando dormia, mexia-se muito, dorme que nem uma pedra... mexe-se um bocado, mas nada que justifique medicamentos...
Mandou-nos treinar com ele, a desenhar figuras geométricas e depois com essas mesmas figuras, desenharmos uma casinha, só agora recentemente, é que ele começou a conseguir desenhar figuras, pois até há bem pouco tempo eram só riscos...
Continua com imensa dificuldade em nomear as cores, mesmo as primárias, conhece-as, agrupa-as, mas não as nomeia correctamente.
Fez-lhe várias perguntas, a que ele respondeu, mas que ela pouco percebeu...


Continua a precisar do acompanhamento da terapia da fala, agora será pedido para ter o acompanhamento do ensino especial, para a articulação, pois continua com um atraso significativo na fala.


Disse-lhe que torna-se muito difícil evoluir, quando as coisas simplesmente não funcionam o que deviam... pois desde que mudou de terapeuta da fala, passou a ter sessões acompanhado com outro menino mais velhinho, e em vez de ter uma sessão por semana, verifica-se apenas 1 ou 2 por mês, quando o meu filho precisava de ter 3 ou 4 por semana! A justificação para estas faltas, são as constantes reuniões da terapeuta e depois não consegue compensar, pelo excesso de trabalho e falta de pessoal, ninguém tem culpa, mas quem fica prejudicado é o meu filho! Até para dar dicas e aconselhamentos à educadora da escola, levou cerca de 2 meses e foi preciso eu insistir bastante, pois até os relatórios antigos da terapia da fala, desapareceram na escola!


Marcou-lhe nova consulta para 6 meses depois.


No passado dia 1, no feriado, fomos assistir ao acender das luzes da árvore de Natal do Centro Aboim, em Faro e pela 1ª vez, desde que o nosso filho está connosco, visitamos a centro de adopção, sem sabermos qual seria a reacção dele... será que ainda lembra-se de alguma coisa, provavelmente, muito vagamente...


Foi reconhecido na entrada pela psicóloga, mas só pelo pai, pois achou-o bem mais alto e agora usa óculos de correcção...


A maior parte das funcionárias reconheceram-no ao olhar bem para ele, mas ele parece cumprimentá-las apenas por serem nossas conhecidas...


A reacção dele a tudo isto, passou a ser de estranheza e depois fechou a carinha e foi-se esconder atrás do pai, agarrado à perna dele, a pedir protecção!


Dizem elas, que eles tentam esquecer essas memórias...


Assim que chegamos cá fora, voltou a ser um menino bem seguro e alegre, foi brincar com outros meninos que por lá se encontravam com os pais e assistimos ao acender das luzes... por sinal, não fazia frio nenhum, estava até bastante agradável, para a altura...
Chegou a casa estafado e cheio de sono!

















quarta-feira, 16 de novembro de 2011

O meu diamante faz hoje 4 aninhos!!!





Pois é, hoje é dia de festa cá em casa, de reunir a família toda para cantarmos os parabéns ao nosso querido filhote, que completa 4 aninhos!


Entretanto, a mãe esta de volta da cozinha a fazer-lhe o bolo, conforme prometeu-lhe... vamos a ver como fica, depois coloco foto!
Tinha pensado em fazer uma festinha na escola, mas desisti quando disseram-me que teria que ser para toda a escola, que até não são muitos, pois a escola até é pequena, são 50 alunos, 2 educadoras e 4 auxiliares, só que as coisas não estão fáceis, vivemos dias de grande contenção... basta dizer que o meu marido ainda não recebeu o ordenado dele, nem sabe quando o receberá... e eu, desempregada... assim, fiquei-me apenas por fazer umas sacolas em papel e decorá-las com um bonequinho e um lacinho, enchendo-as de doces, apenas para a sala dele, que são 25 alunos, pelo menos, a embalagem parece que agradou a todos...


Ontem, falei com o meu filho e expliquei-lhe o que ia fazer, que haveria bolo, mas aqui em casa, com a família, se ele ficasse desiludo, fazia-lhe outro bolo para levar, mas não, respondeu-me que não gostava dos meninos... mas adorou a ideia de recebermos toda a família! Eu sei bem o que está por de trás desta resposta, já foi até falado com a terapeuta da fala dele, é a dificuldade dele em expressar-se, perante coleguinhas de 4, 5 anos, que falam todos correctamente e que por vezes gozam com ele, o que resulta em mau comportamento dele, que por sua vez resulta em castigos... felizmente, esta semana parece estar tudo mais calmo!


Para a próxima semana, será avaliado pela terapeuta da fala e esse relatório será entregue na escola e na próxima consulta do Desenvolvimento pediátrico, que será no final deste mês.


Bem, vou voltar ao trabalho...
Beijinhos a todos
Ana Dias





quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Nova etapa, nova vida

Hoje o nosso menino iniciou uma nova etapa da vida dele, escola nova, colegas novos, educadora e auxiliares novas... como ele é bastante social, ficou muito bem esta manhã, sem qualquer problema, vamos ver como vai correr...

Outra novidade é que a mãe a partir do dia 1 vai passar para o grosso grupo dos desempregados, fruto da crise económica que o nosso país vive... daí, não ser possível manter o nosso filhote no Infantário e ele ter de passar para o Jardim de Infância, embora eu acho que ele não fica a perder nada, pois sempre achei que à educadora faltava-lhe experiência profissional e de vida...

Houve várias situações no Infantário, que desagradaram-me profundamente, uma delas foi quando em 2 de Junho, mudamos o nome do nosso filho, com os nossos sobrenomes, falei com a auxiliar, com a educadora, fizemos uma nova inscrição, enfim tudo o que devíamos para regularizar a situação dele... pois em Julho, por altura do período da praia deles, vejo o nome dele antigo na mesa onde eles se sentam, chamei a atenção da educadora, pediu-me desculpa e ficou de rectificar o nome, passou o período das férias, regressou no dia 1 de Setembro, mudou de sala, qual não foi o meu espanto quando vejo o nome antigo novamente a marcar o lugar da mochila dele, voltei a chamar a atenção da educadora... parece que até nem ficou embaraçada com a situação...
Outro pormenor que achei intrigante foi o CD do ano lectivo passado, nas fotos em que tantas situações os miúdos (25) apareciam, a educadora apresentava-se sempre abraçada às mesmas 3 meninas e 1 menino, serão os seus preferidos?
Houve ainda outras situações sobre a adaptação dele nos primeiros dias, que nem vale a pena estar a mencionar agora...

Espero que desta vez tenha mais sorte com a educadora, pelo menos é uma pessoa mais velha e mais experiente!

O nosso querido filho está altinho, muito lindo, muito teimosinho e está numa fase que não quer cumprir regras, o que exige uma grande dose de paciência, que só com muito amor se consegue.... continua a ser acompanhado na terapia da fala, em conjunto com outro menino de 4 anos, já se nota uma melhoria, mas não o desejado para a sua idade...

A todos os que leiam-me
Um grande beijinho
Ana Dias





segunda-feira, 29 de agosto de 2011

FÉRIAS!!!

Finalmente entramos de férias, tão merecidas... no Algarve, pois os € eram poucos (sem subs. férias, sinais da crise)...

Tentamos aproveitar o máximo, para estarmos com o nosso filhote, muita praia, piscina e passeios...

O nosso pequerrucho agora está na fase do não gosta/gosta:
- Mãe, o pai não gosta ti, gosta mim!
- A Cuca (Pitucha) não gosta mim!
- Eu não gosta ti!
- O pai não gosta mim, mãe!
- Eu gosta ti!
- Eu gosta pai, não gosta ti!
- Eu gosta pai, mãe, Cuca!

Não gosta do escuro, quando vamos passear à noite e em zonas mal iluminadas, diz logo que não gosta do escuro, tem medo, nós tentamos dizer-lhe que o escuro não faz mal, que nós não temos medo do escuro, mas até nas séries que ele vê na TV, quando aparecem muito escuras, ele diz logo que não quer ver mais...

O nosso João é um autentico patinho na água, embora prefira a piscina, talvez por a água ser mais quentinha e não ter grandes ondas...


Percorremos várias praias, por várias razões, umas por serem demasiado frequentadas nesta época e o estacionamento ser muito complicado... e para conhecermos outras, que já tínhamos ouvido falar, mas nunca lá tínhamos ido... e acabamos até Odeceixe... o que foi óptimo!

Na praia da Marinha, em Lagoa, no final do dia, o filhote parece que tocou numa alforreca, que atacou-o logo nas partes mais fracas... a partir daí já só quis colinho... e acabou a praia nesse dia...


Fomos até às Fontes de Estômbar, pois o filho adora locais com muita água e ainda por cima com parque para brincar...


Durante as nossa férias, o Joãozinho ainda apanhou lombrigas, o que levou-nos um sábado à noite, às Urgências Pediátricas, bichinhos horríveis, que eu nunca tinha visto, até a médica mostrar-me e que tanto incómodo provocaram ao nosso menino... resultado: toda a família teve que ser desparasitada...

Como tudo o que é bom, acaba... as minhas férias terminaram!
Hoje regressei ao trabalho, sabendo que o marido e o filho ainda continuam de férias até dia 31... apeteceu-me tão pouco...

Beijinhos a todos e p.f. sejam felizes
Ana Dias















quinta-feira, 23 de junho de 2011

Faz hoje Um Ano!!!!

Ainda me lembro tão bem, estava a ponto de explodir de tanta ansiedade... depois de tão longa espera por um filho, iniciamos o nosso processo de adopção em 22/10/2003, em 29/03/2004 perdi o meu útero e com ele a esperança de termos um filho biológico, mas como nós adoramos crianças, nunca nos foi difícil optar pela adopção, embora nunca nos passou pela cabeça esperarmos tanto tempo...
Finalmente fomos conhecer o nosso filho, no dia 23/06/2010, depois do almoço:

- Era tão pequenino, o nosso filho... tão branquinho (quase transparente), com o cabelinho castanho claro liso e fininho, muito pestanudo e com um formato de olhos invulgar e escuros...
Recebeu-nos com grande euforia e braçinhos abertos e a gritar:

- Papá, papá, papá!!!!
Bem, o pai ficou logo apaixonado por ele... a mãe, devo confessar que não, era um bebé estranho, familiar para mim eram os meus sobrinhos, na altura com 3 e 5 anos, a quem eu muito amava...
Mas o nosso filho desde o início, que queria muito agradar-nos, desde os primeiros minutos, era até estranho ver como era desenrascado para a sua tenra idade, já comia e vestia-se sozinho, arrumava os brinquedos todos, assim que queria brincar com outro, embora não falasse nada perceptível, o seu vocabulário resumia-se a: papa, papá, óó e Gaça (Graça, nome de uma das funcionárias da instituição).
No segundo dia, fez uma grande birra, porque durante o nosso encontro a 3, avistou a Gaça logo no inicio do encontro e queria ir ter com ela, quando não podia ser...

No dia 28 de Junho, veio finalmente para casa e foram dias e momentos muito difíceis, para ele e para nós, pois o dormir e comer eram muito complicados e davam origem a enormes birras e no meio dessas birras, ele tentava morder-nos e até conseguiu por algumas vezes...
Foram dias em que dormíamos e comíamos todos muito mal, os nossos nervos andavam num frangalho... chorei muito e vomitei algumas vezes... tive que ligar algumas vezes para a instituição, a pedir indicações...

No início rejeitou a cama nova, pois costumava dormir num berço, fomos pedir um berço emprestado em madeira parecido com o que ele estava habituado, mas ele não quis saber desse, tivemos que retirá-lo e devolver aos donos.

Foram nesses primeiros dias, em casa, que eu penso que a nossa relação de mãe - filho nasceu e eu apaixonei-me perdidamente pelo meu filho, comecei a adorar tocar na sua pele e cabelo tão macios, a identificar o seu cheiro, a querer protege-lo de tudo e todos, a adorar vê-lo a dormir e todas as sua gracinhas, começaram os atritos com o meu marido, por causa da educação do nosso filho, onde ele acusava-me de ser muito permissiva e mãe-galinha... não foi fácil...

Hoje, passado 1 ano, posso dizer que vivemos para o nosso filho, ele é tudo para nós, nem conseguimos imaginar a nossa vida sem ele!!!
Todos fizemos grandes progressos, vencemos alguns obstáculos, foram aparecendo outros novos!
O pai aprendeu a ceder um pouco, nas coisas mais simples, eu a não me intrometer, quando o pai é rígido com ele, em alturas que tem mesmo que ser assim... e o nosso menino a perceber que há limites para tudo e que os pais adoram-no e penso que ele a nós!!

O nosso filho está completamente integrado na família e infantário, é uma criança muito alegre, simpática, sociável e doce, muito doce e meigo!!!
Ainda faz uma valentes birras, já não tão frequentes, mas é uma criança persistente, esperamos que se torne útil mais tarde, para quando quiser atingir determinados objectivos positivos...

No dia 2 deste mês, finalmente, passou a ter os nossos apelidos  e filiação no novo Assento de Nascimento!!!

Como qualquer criança, da sua idade, adora ver fotos e questiona-me onde está o Ião (João), naquelas de festas e saídas em família, anteriores à sua vinda... digo-lhe que a mãe ainda não o tinha e olha  para mim com estranheza... um dia mais tarde irá perceber!
Nas fotos dele, na instituição, indentifica-se muito bem, mas parece que esqueceu-se dos nomes e pessoas que conhecia lá, a memória nessa idade é curta...

Hoje vamos comemorar este 1º ano e aproveitar ao máximo este dia para nós tão importante, ainda por cima calhou num feriado!!



Sejam felizes, que a vida é tão curta!!!!
Beijinhos a todos
Ana Dias


quinta-feira, 21 de abril de 2011

Notícias nossas

Depois de uma longa pausa, venho dar-vos notícias nossas.

O meu filho adora o infantário, ao contrário de muitas crianças que ficam lá a chorar, ele não... fica sempre bem disposto, assim que chega, cumprimenta logo todos os que conhece, com um grande sorriso na carinha...


Teve um período de adaptação complicado, em que sentiu a diferença dos horários das sestas e das refeições, o que provocou grandes birras e mau comportamento, tanto na escolinha, como em casa. A educadora dele chegou mesmo a sugerir uma avaliação psicológica, antes de fazer 1 mês que ele lá estava... hoje está muito mais calmo e adaptado!

Continua a ter as sessões de terapia da fala, houve de facto uma evolução desde que começou no infantário, mas ainda não está dentro dos parâmetros da sua idade...

Irá ter que começar a usar óculos graduados, uma vez que foi-lhe diagnosticado que não vê bem do olho direito, tem astigmatismo e um pouco de estrabismo, terá que usar o olho mais forte tapado, durante 3 horas, no período de 1 mês, disseram-me que o caso dele é complicado, o que nos deixou muito tristes... mas como ainda é muito pequeno, vamos ver se é possível corrigir...
Ontem iniciou o tratamento, foi muito complicado, fartou-se de chorar e pedir para a mãe tirar-lhe o penso do olho, a mãe ficou com o coração apertadinho, mas é para o bem dele...
Amanhã vamos escolher-lhe umas armações que lhe agrade e encomendarmos os óculos.

Já fomos a Tribunal, já saiu a decisão favorável da adopção plena e mudança de nome do nosso filho, agora aguardamos que a Conservatória do Registo Civil da área onde ele nasceu, faça o averbamento, para podermos fazer um assento de nascimento novo!!!

Nos últimos dias, está muito meiguinho e carinhoso, o que deixa os pais todos derretidos... como o adorámos, meu Deus!!!


A todos os que nos leiam
Um grande beijinho
Ana Dias