A todos os que me visitam

Quem vier por bem, será bem-vindo ao meu cantinho!

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Nova etapa, nova vida

Hoje o nosso menino iniciou uma nova etapa da vida dele, escola nova, colegas novos, educadora e auxiliares novas... como ele é bastante social, ficou muito bem esta manhã, sem qualquer problema, vamos ver como vai correr...

Outra novidade é que a mãe a partir do dia 1 vai passar para o grosso grupo dos desempregados, fruto da crise económica que o nosso país vive... daí, não ser possível manter o nosso filhote no Infantário e ele ter de passar para o Jardim de Infância, embora eu acho que ele não fica a perder nada, pois sempre achei que à educadora faltava-lhe experiência profissional e de vida...

Houve várias situações no Infantário, que desagradaram-me profundamente, uma delas foi quando em 2 de Junho, mudamos o nome do nosso filho, com os nossos sobrenomes, falei com a auxiliar, com a educadora, fizemos uma nova inscrição, enfim tudo o que devíamos para regularizar a situação dele... pois em Julho, por altura do período da praia deles, vejo o nome dele antigo na mesa onde eles se sentam, chamei a atenção da educadora, pediu-me desculpa e ficou de rectificar o nome, passou o período das férias, regressou no dia 1 de Setembro, mudou de sala, qual não foi o meu espanto quando vejo o nome antigo novamente a marcar o lugar da mochila dele, voltei a chamar a atenção da educadora... parece que até nem ficou embaraçada com a situação...
Outro pormenor que achei intrigante foi o CD do ano lectivo passado, nas fotos em que tantas situações os miúdos (25) apareciam, a educadora apresentava-se sempre abraçada às mesmas 3 meninas e 1 menino, serão os seus preferidos?
Houve ainda outras situações sobre a adaptação dele nos primeiros dias, que nem vale a pena estar a mencionar agora...

Espero que desta vez tenha mais sorte com a educadora, pelo menos é uma pessoa mais velha e mais experiente!

O nosso querido filho está altinho, muito lindo, muito teimosinho e está numa fase que não quer cumprir regras, o que exige uma grande dose de paciência, que só com muito amor se consegue.... continua a ser acompanhado na terapia da fala, em conjunto com outro menino de 4 anos, já se nota uma melhoria, mas não o desejado para a sua idade...

A todos os que leiam-me
Um grande beijinho
Ana Dias